Paris do meu celular

17 de mai. de 2020














Vendo essas fotos eu nem acredito que ano passado, ali em dezembro, a gente podia viajar, andar pelas ruas normalmente. Sabe lá qual era a definição de normal, mas com certeza não é essa que a gente está vivendo hoje.
Enfim, ano passado, totalmente inesperado, compramos passagens para passar o Natal em Portugal, onde a minha irmã está morando. Na loucura (sim, foi na loucura mesmo), decidimos fazer uma visitinha a Paris, quem nunca, não é? Devo dizer que eu não estava nem um pouco animada pra visitar a capital francesa. Sempre achei a cidade bem superestimada e queria mesmo era voltar em Londres ou visitar Amsterdã. Voto perdido, pelo visto. Mas nunca fiquei tão feliz por estar errada.
Mesmo com todos os adversidades, me encantei pela cidade, arquitetura, lugares e, devo falar, até pela educação dos franceses! Não sei se tive sorte, mas só fui bem tratada por lá (ao contrário de certo lugar que eu não vou falar o nome *cof*Lisboa*cof*).
Paris nos recebeu da melhor forma possível: céu azul, ensolarado e... greve no transporte público. Pois é, acho que essa última forma não foi tão boa assim e nos concedeu vários euros gastos em Uber e quilômetros diários batendo perna. Não poder se transportar rapidamente somado ao fato de que era inverno, amanhecia tarde (gente, 8h da manhã estava escuro!!!!) e escurecia cedo, fiquei devendo a visita a alguns lugares.
Mas, como diria Rick Blaine, "We'll always have Paris".

6 on 6 - Maio

6 de mai. de 2020



O tanto que março demorou pra passar foi inversamente proporcional ao tempo de abril. Esse mês com certeza passou voando e eu não sei se isso é bom ou ruim. Bom porque, quem sabe, estamos mais perto do fim da pandemia, ruim porque o tempo está passando e não estamos mais perto do fim da pandemia :/.
Hoje o meu dia foi bem atribulado. Quem me segue no instagram (@dreamnds) viu que eu mais uma vez fiz pão! Tive que conciliar terminar a receita e fazer home office. À tarde, consegui tirar essas fotos na correria, entre uma ligação e outra. Mas eu até gostei do resultado!
Tem um tempinho que eu ando obcecada (And I'd be like... Why are you so obsessed with me?) por velas! Comprei algumas na viagem e estou fazendo uma coleção delas. O único problema é: nunca senti o cheiro de uma delas!! Sério mesmo. Quando acendo alguma delas, sinto só se chegar bem perto. Mas aquela história de perfumar a casa? Nunca! Será que vou ter que comprar uma vela Jo Malone de R$350???
Nessa quarentena, algo que estou me empenhando até que consideravelmente bem é no estudo de aquarela. Semana passada (ou foi essa semana? Estou perdida no tempo) peguei um papel que estava sobrando de uns recortes e tentei, pela primeira vez, alguma aquarela de paisagem. Tentei o básico: céu estrelado com algumas árvores no fundo. Tudo bem que as árvores estão mais parecendo aquelas ruínas de templos do Camboja, até que fiquei feliz e empolgada com o resultado.
Então é isso, pessoal! Espero que tenham gostado das fotos de hoje e não se esqueçam de fazer uma visitinha ao blog da Mel!